26/06/17

Sobre a mudança e umas panquecas diferentes

Panquecas verdes | Spinach pancakes

Há um ditado português bem verdadeiro e que se adequa perfeitamente ao momento em que vivo atualmente "Quando se fecha uma porta, abre-se uma janela". É com este mote que vos escrevo hoje, porque, para tudo na vida há um momento. Este é um post de regresso, de mudança, de novidades, de começo e recomeço.

As decisões importantes que tomamos ao longo da vida requerem tempo, muita análise, muitas dúvidas, muitas incertezas. Foram assim os meus últimos meses, num impasse e numa dúvida grande, de medo, de incerteza, de vontade de avançar mas com medo de arriscar. Mas... a decisão foi tomada, depois de alguns anos a trabalhar na mesma empresa, com as mesmas rotinas de sempre, as mesmas (e mais) responsabilidades, os mesmos passos e as mesmas situações, decidi mudar, sair e procurar novos desafios e projetos. Com atitude positiva, persistência, força, coragem e com muita vontade de mudar, para a frente é que é o caminho! 

Neste processo de mudança há espaço para me dedicar ao que mais gosto, para estar mais tempo com o meu pequeno, para arrumar aquelas coisas que há tanto tempo que esperavam que alguém tomasse conta e claro, para dar mais atenção ao meu querido blog, à fotografia, aos bolos, às receitas de que mais gosto e que muitas vezes são feitas mas não fotografadas por não haver tempo.

Muitos são os projetos que fervilham na cabeça, muitas são as ideias que estão no papel e que agora pretendem saltar para a execução, devagar, devagarinho vou pondo algumas coisas em prática e arrumando algumas coisas na cabeça. Aqui no blog haverão mudanças, novas rubricas, novos espaços de partilha onde irão aparecer temas que me apaixonam e que pretendo mostrar e partilhar com quem passa por aqui. Convido-vos a passarem mais vezes por cá e deliciarem-se não só com as receitas mas também com tudo o resto!

E como o tema é a mudança, neste post partilho convosco umas panquecas diferentes que fazem parte dos nossos pequenos almoços e lanches, mas que também fazem parte de uma mudança de hábitos alimentares. Estas panquecas não têm farinha de trigo, nem lacticínios nem açúcar, pode-se dizer que são umas panquecas saudáveis e divertidas. Mas sobre a mudança de hábitos alimentares falarei num próximo post.

Cá em casa chamamos-lhes "panquecas shrek", fazem sucesso com o mais pequeno e dão nas vistas quando as leva na lancheira. Será que há por aí mais quem tenha pequenas criaturas que torcem o nariz quando vêem muito verde no prato? Pois por cá, temos. Há que andar sempre a pensar e inovar nas receitas para que os temidos verdes entrem sem grande resistência. Com estas panquecas, come sem se aperceber, gosta e ainda acha engraçado! 

Panquecas verdes | Spinach pancakes

Panquecas verdes (ou shrek)

4 ovos
2 chávenas de espinafres
¼ chávena de leite de coco ou de amêndoa
¼ chávena de farinha de coco
⅓ chávena de farinha de tapioca (usei polvilho doce)
½ chávena de farinha de amêndoa
1 banana madura
1 colher de sopa de mel
1 colher de sopa de vinagre
1 colher de sopa de azeite
1 colher de chá de fermento em pó
1 pitada de flor de sal
Óleo de coco para untar a frigideira

Preparação

Numa taça, colocar os ovos, o leite, o mel, o vinagre e o azeite, misturar bem com a vara de arames.
Noutra taça, colocar as farinhas, o fermento e o sal, misturar bem. Juntar os líquidos com a mistura das farinhas e com a varinha mágica incorporar bem.
Adicionar à mistura, a banana cortada em rodelas e os espinafres, triturar tudo muito bem com a varinha mágica até os espinafres estarem completamente triturados e a mistura atingir uma tonalidade verde.
Aquecer uma frigideira com um pouco de óleo de coco, retirar o excesso com um papel absorvente, deitar na frigideira uma concha de massa, fazendo um circulo com cerca de 7/8 cm de diâmetro, deixar cozinhar durante 2-3 minutos (até se formarem bolhinhas na superfície), virar e cozinhar mais 1-2 minutos. Repetir esta operação até a massa terminar. 
Servir simples ou com doce de morango, mirtilo ou chocolate. 


Panquecas verdes | Spinach pancakes

Notas:

Farinhas: vou variando, em alternativa uso farinha de espelta, trigo serraceno, farinha integral, etc. o que é necessário é manter a consistência. Há varinhas que absorvem mais os líquidos do que outras, por isso é necessário adicionar mais leite ou até mesmo, água, para que se obtenha a consistência pretendida para fazer as panquecas.

Processo de cozedura: para tornar o processo mais rápido, quando coloco a massa na frigideira, tapo a frigideira.

Conservação: normalmente deixo arrefecer e depois coloco numa caixa hermética e vamos comendo durante a semana ao pequeno-almoço ou lanches.

Espero que gostem!♥

Seguir também em: Facebook | Pinterest | Instagram | Bloglovin

5 comentários:

  1. Achei as panquecas lindas e acho o nome perfeito.
    Boa semana

    ResponderEliminar
  2. Espero estar por cá para acompanhar as mudanças!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  3. Força Rute! Vai correr tudo bem!
    Bjinho
    Patrícia

    ResponderEliminar
  4. São excelentes, já fiz ����

    ResponderEliminar